Pesquisa

Últimos posts

Oi pessoal! Tudo bem?
Hoje não é a Anne quem escreve para vocês, sou o Elias, esposo dela. Hoje quero abordar um assunto muito importante, vou falar de como a presença paterna é importante na vida dos filhos.
Eu fui pai aos 25 anos, no início eu fiquei meio perdido, ter responsabilidade total na vida de uma criança me assustou um pouco, mas com o tempo eu fui pegando o jeito e até que me dei bem pra um pai de primeira viagem.

Como pai de família as responsabilidades aumentaram, tive que ocupar um lugar que eu nunca havia ocupado. Eu tive que me organizar para dar conta do trabalho, de chegar em casa e ter tempo para minha esposa e nossa filha, pois eu sempre soube que a presença de um pai é muito importante. O filho vê no pai um super herói, pensa que o pai é incansável e invencível! Eu não iria querer destruir essa imagem que minha filha tinha sobre mim.

Depois de quatro anos veio o nosso segundo filho, lidar com uma criança até que não foi tão difícil, mas lidar com duas? Achei que não daria conta.
Mas mais uma vez eu me organizei e deu tudo certo. Sempre fui um pai presente na vida dos meus filhos, mesmo com o trabalho eu sempre arrumo um tempo para a minha família. Eu sei como a minha presença é de grande importância no meu lar, sei que meus filhos precisam de alguém com pulso firme para lhes impôr limites, não que minha esposa não o faça, mas a mulher é mais emotiva e os filhos sabem disso.

Ser um pai presente vai muito além de assistir TV junto dos filhos ou de levar os filhos ao parque. Assim como a mãe tem o seu papel de suma importância, o pai também tem. 
Ser um bom pai é ser espelho para seus filhos, eles serão o seu reflexo no dia de amanhã. Suas atitudes devem ser bem pensadas, em uma sociedade moderna que está achando tudo normal, a presença paterna deve estar ainda mais evidente dentro do lar e temos a obrigação de passar valores para nossos filhos. Não podemos deixar que a sociedade e a mídia diga como devemos criar nossos filhos, não podemos deixar que nossos filhos sejam influenciados por ideologias que tem como objetivo acabar com os valores que passamos e levamos anos para construir. 

Como um homem cristão, dentro do meu lar os meus filhos são criados de acordo com os princípios bíblicos, a bíblia é o meu manual de vida e é ela que sigo para educar minhas crianças. Infelizmente muitas famílias estão sendo destruídas, pois muitos pais tem negligenciado o seu papel de pai e deixado a mídia e a sociedade dizer o que é bom ou não para seus filhos.
Ser pai é uma missão que foi delegada a você e a ninguém mais, faça jus a ela.

A conduta, a índole e o caráter dos seus filhos são formados dentro de casa, por você PAI e por sua esposa (a MÃE).
Mais uma vez eu digo, nossos filhos serão o nosso reflexo no dia de amanhã. Eles serão com as pessoas na rua o que aprenderem com vocês dentro de casa.

Tem uma passagem bíblica que muito me inspira na criação dos meus filhos. Efésios 6:4, diz: E vós, pais, não provoqueis à ira a vossos filhos, mas criai-os na doutrina e admoestação do Senhor.
Nós pais somos autoridade em nossos lares, somos autoridade na vida dos nossos filhos, mas isso não significa que devemos irritá-los ou insultá-los, devemos exercer a nossa autoridade com sabedoria e criar nossos filhos debaixo da autoridade de Deus.

Seja um pai presente na vida dos seus filhos, forme cidadãos de bem, forme pessoas íntegras de caráter ilibado. Repreenda os seus filhos quando necessário, dê carinho para seus filhos, escute o que eles tem para dizer, troque ideia com eles, passeie com sua família, façam viagens juntos e aproveitem a vida!
O mundo está cheio de perversidade, as más companhias não faltam. No meu trabalho eu me deparo com N casos em que adolescentes, jovens e até mesmo crianças entraram para o mundo das drogas e da prostituição e quando interrogadas as respostas são quase sempre as mesmas: "Meu pai saiu de casa e minha mãe precisou trabalhar fora para sustentar meus irmãos e eu" ou "Eu não conheci o meu pai e minha mãe me largou com meus avós", é triste ver crianças, adolescentes e jovens se perdendo por que seus pais neglicenciaram seus papéis. 

Reflita em tudo o que foi dito, examine a si mesmo e responda: Você tem sido um bom pai? Tem arcado com as suas responsabilidades dentro do seu lar?

Não entregue seus filhos para este mundo tão cruel, exerça a autoridade que lhe foi dada por Deus, seja um espelho e reflita coisas boas para os seus filhos.
Até mais.


Gostou ? Compartilhe!

Comente pelo Facebook!

Comente pelo Blog!

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *